Formados pela Escola de Belas Artes da UFMG, Luiz Nacif Campos e Sandra Braga desenvolvem peças em cerâmica desde 1980. Fazem parte da Feira da Afonso Pena (feira Hippie) desde o seu começo, ainda na Praça da Liberdade, a quase 40 anos.

Sempre fiéis a um estilo próprio, resultado de pesquisas de cores, linhas e formas que tem como base o artesanato dos povos primitivos da África, Ásia, América do sul e principalmente dos povos indígenas do território brasileiro, aliando o desenho ao emprego da cor num processo totalmente artesanal que se inicial na modelagem de cada peça e após sucessivas queimas chega à etapa final da montagem, com motivos que variam entre o geométrico, o floral e o figurativo.

Atualmente são elaboradas peças em três linhas básicas: a esmaltada ou vitrificada em cores opacas ou brilhantes, a fosca e a cerâmica associada à prata e à prata com banho de ouro.

Na linha esmaltada e na linha prata as peças recebem grafismos em ouro e platina.
O atelier também produz alguns objetos de decoração como móbiles, quadros com paisagens do Brasil antigo e contemporâneo e pesos para papéis que retratam conjuntos arquitetônicos marcantes da paisagem brasileira.

Deixe-se levar pelo Ar do Brasil!